• Lampião a Gás

Chega a ser irônico


Confesso que a situação atual, principalmente do Brasil, tem me irritado de uma maneira que há muitos anos não me irritava, e quando falo da situação, estou falando em todas as esferas da sociedade, ou seja, na questão política, na questão social, educacional e pasmem até no underground musical. Sim, não me surpreende a reação da sociedade, que sempre foi sim racista, misógina, machista, xenofóbica, sexista e completamente alienada e influenciada pela mídia e que mesmo sempre sendo assim, se escondia dentro do armário da hipocrisia, até porque em tempos atrás não caia nada bem assumir ser tão medíocre como humano, mas que graças ao “fenômeno tecnológico” que acabou por juntar todos esses medíocres brasileiros, ganharam forças e se aproveitaram da falta de conhecimento da outra parcela e elegeram não apenas o chefe de estado mais patético que tínhamos, como trouxe junto uma cambada de crentes, militares e ainda mais um monte de gente louca, de ex – astronautas irrelevante, a ex-ator pornô impotente, até uma pastora alucinada que chega a ser caricata do que pior existe nesses fanáticos religiosos. Mas quando esse “ser” foi eleito, confesso que esperava coisas e atitudes bem próximo do que vem ocorrendo, mas tenho que assumir que a parcela musical, em especial o nicho underground, tem me deixado enojado, bandas que respeitava e curtia, não esperava não ... bandas de estilos distintos, punks , metal e por ai vai, se demonstrando tão mediocremente alinhadas com esses pensamentos, me faz repensar todo dia que porra de cena eu estive inserido por mais de 30 anos me deixa extremamente desanimado e enojado.


Ver tanta gente que considerei influente, tantas bandas que gastei meu tempo ouvindo e indo aos shows me deixa com a sensação de idiota, tanto quando vejo pessoas que moram na periferia e são assalariados acreditando e defendendo os mesmos que abertamente tiram seus direitos e em troca de uma ideologia extremista e neoliberal , me faz acreditar que tinha mais gente escondida no armário do que eu pensei que tinha, que eram um bando de nerds que sofriam bullying e que agora buscam uma vingança idiota e confusa, culpando um partido político por séculos de construção excludente , e uma loucura de caça ás bruxas de ambos os lados se inicia , e definitivamente ficar em cima do muro é uma atitude tão desprezível ,quanto do lado que os oprimi. Me faz lembrar daqueles gados marchando pacificamente para o matadouro, me faz lembrar daqueles que culpam todos aqueles que se rebelaram e expressam isso no palco e publicamente.


Sim a sociedade está alienada, doente, mais uma parcela é maldosamente conivente, e descobrir que parte do underground é sim parte dessa sociedade é no mínimo frustrante, e ver que escolas de samba e artistas pop são mais relevantes em seu entendimento político e social, chega a ser irônico.


Por: Panda Reis - Em Maio de 2019

As opiniões expressas nesse site são de responsabilidade de seus autores e não expressam necessariamente a opinião de seus editores.

​© 2020 por JP Carvalho - JPGraphix para Lampião a Gás - Todos os direitos reservados.

Endereço para correspondência: Rua Sebastião Gonçalves, 41 - Imirim - São Paulo - SP - CEP: 02466-123