• Lampião a Gás

Korzus – Guerreiros do Metal – Livro


Autor: Maurício Panzone

Editora: Independente

Edição: 1ª Edição - 2019

Páginas: 256


Não dá para imaginar começar este texto sem dizer aos leitores, fãs ou prá quem sequer sabe da existência da banda, que o Korzus é um dos mais importantes nomes da música pesada brasileira, senão, de toda a movimentação cultural produzida aqui.


Mas, consintamos aqui que mesmo entre os altos e baixos da sua carreira, não há um ser humano que tenha a mínima proximidade com o Rock brasileiro que não tenha ouvido pelo menos uma música deles ao longo da vida...


Dito isso, vamos ao que interessa!


Vale destacar aqui que a cópia que tenho em mão, foi um empréstimo de um amigo, Márcio Garcia, guitarrista na banda Rygel, e confesso, fiquei tão empolgado com o livro que devorei suas 256 páginas em menos de 5 horas.


Então, Korzus - Guerreiros do Metal retrata a carreira da banda desde a sua fundação até o ano de 2019, magistralmente escrita por Maurício Panzone e lançado de forma 100% independente pelo autor com apoio incondicional da banda e quem sabe como sobrevive o mercado editorial brasileiro, entende que isso é fundamental.


Aqui os caminhos do grupo, formado no distante ano de 1983, são esmiuçados em detalhes e até mesmo nas pequenas histórias e deixa claro que este livro foi escrito por um fã de longa data e que certamente, acompanhou de perto muito do que é relatado aqui.


São passagens que farão a alegria do leitor que de alguma forma fez parte do início da “coisa toda” do Metal no Brasil, ao mesmo tempo fará a felicidade de quem conheceu a banda nos tempos da MTV (R.I.P), onde o vídeo clipe de Agony do disco Mass Illusion, era veiculado constantemente, e até mesmo para quem passou a ser fã na época do álbum divisor de águas de sua carreira, intitulado Ties of Blood.


Ao longo da narrativa, o autor não se intimidou em contar detalhes, mesmo nas passagens mais, digamos, delicadas. E a história se mantém interessante do início ao fim, trazendo informações relevantes sobre as mudanças de formação, os perrengues em shows pelo país, pequenos desentendimentos com algumas bandas e produtores, turnês pela América do Norte e Europa, e até mesmo o fatídico suicídio do baterista Zema em 12 de outubro de 1987.


O autor usa de linguagem simples e direta onde até mesmo os assuntos pesados, como o citado acima, assumem contornos menos trágicos nessa narrativa, mesmo que sejam latentes as dores nas palavras e declarações sobre o ocorrido dos que eram próximos e presenciaram tudo.


O projeto gráfico é pesado, recheado de fotos de todas as épocas, com páginas densas, algumas em texto negativo e em algumas delas a impressão entupiu os caracteres deixando-os acinzentados, o que pode dificultar a leitura dos que como eu, precisam de luz e lentes corretivas, mas nada que desmereça o trabalho, já que a diagramação traz um alívio nessa questão, com utilização de caracteres serifados e de um bom tamanho, ainda que eu os prefira um pouco maiores hoje em dia.


Korzus - Guerreiros do Metal, não se contenta em ser apenas sobre a história de uma das maiores bandas deste país, mas se torna o relato vivo de uma cena musical que até os dias de hoje, se sustenta por seus músicos, bandas, fãs e por quem, de uma forma ou de outra, faz com que ela seja viva e presente nos ditames musicais poucos ortodoxos do nosso Brasil.


Vale cada página e cada centavo investido. E posso afirmar que se a carreira do Korzus não é obra da “Mão do Destino”, então eu não sei mais o que é...


Informações:


www.facebook.com/guerreirosdometal


Por: JP Carvalho – Em 07/08/2020

As opiniões expressas nesse site são de responsabilidade de seus autores e não expressam necessariamente a opinião de seus editores.

​© 2020 por JP Carvalho - JPGraphix para Lampião a Gás - Todos os direitos reservados.

Endereço para correspondência: Rua Sebastião Gonçalves, 41 - Imirim - São Paulo - SP - CEP: 02466-123