• Lampião a Gás

Mábura lança o ritualístico Heni, com elementos stoner



Entoamento na música Anhangá foi registrado durante visita da tribo Huni Kuin na inauguração da Kupixaua, do Parque Lage, no Rio de Janeiro.


Heni, de raiz Yanomami, se atribui as plantas com poderes mágicos, a seus poderes de cura e de proteção. A relação dos povos nativos com as plantas foi com o tempo se difundindo através de conhecimentos milenares que, juntamente aos indígenas, tem resistido até o período atual. E é mesmo a ancestralidade, transmito por sons, que conduz este EP da banda carioca Mábura, lançado via Abraxas Records.


O entoamento presente na primeira faixa, 'Anhangá', ocorreu durante a visita da tribo Huni Kuin na inauguração da Kupixaua do Parque Lage (no Rio de Janeiro). Os grupos (Nawa) da tribo possuem uma profunda relação ritualística com plantas enteogênicas. A gravação, feita e cedida pelo documentarista e sonoplasta Eduardo Pereira, retrata a harmonização e abertura cerimonial, pedindo por cura e proteção.


O processo de gravação do EP começou em dezembro de 2019 e se estendeu até o último encontro da banda, pré-pandemia.


As duas músicas que o seguem, 'III/IV' e 'Bong of God', são mais pesadas, com elementos do stoner/doom temperados pelo Heavy Psych, em especial o brasileiro em conjuntura com a peculiar interação instrumental da Mábura.


Informações:

www.instagram.com/mabura_doom

www.facebook.com/maburadoom

https://mabura.bandcamp.com/

twitter.com/Mabura_Doom


Fonte: Tedesco Mídia

As opiniões expressas nesse site são de responsabilidade de seus autores e não expressam necessariamente a opinião de seus editores.

​© 2020 por JP Carvalho - JPGraphix para Lampião a Gás - Todos os direitos reservados.

Endereço para correspondência: Rua Sebastião Gonçalves, 41 - Imirim - São Paulo - SP - CEP: 02466-123